24 HORAS PELO DIABETES - UNIÃO PELA SAÚDE

24 HORAS PELO DIABETES - EDIÇÃO 2021

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 1 em cada 11 pessoas no mundo convive com diabetes. No Brasil, em um intervalo de 10 anos, houve um aumento de 60% no diagnóstico da doença. No estudo “Global Burden of Disease”  que mede a incidência de diversas doenças em termos de mortalidade e morbilidade, estima que o diabetes e as doenças renais no Brasil em 2019 supõem 1.731,12 DALYS por cada 100,000 habitantes, sendo o Daly os anos de vida saúdaveis perdidos por causa de uma determinada doença (incremento de 48,89%).

A situação é grave e é importante que medidas de conscientização e prevenção sejam adotadas em caráter de urgência.

Esse é o objetivo do 24h pelo diabetes. Será uma grande ação online de mobilização multidisciplinar, que reunirá sociedades de especialidades, entidades de saúde e profissionais de diversas áreas. A programação contará com reportagens, entrevistas, aulas e participações especiais, além de teleorientação com vários especialistas.

A transmissão será realizada nos canais oficiais do CBO nas redes sociais.

Participe!

Mutirões

 

BA

Itabuna

Rafael Ernane Almeida Andrade

Feira de Santana

Hermelino L. de Oliveira Neto

Vitória da Conquista

Jivago Queiroz

CE

Fortaleza

Felipe Carvalho

ES

Vitória

Thiago Cabral

GO

Aparecida de Goiania

Alexandre Taleb

Goiânia

Luciana Barbosa Carneiro

David Isaac / Marcos Avila

MA

São Luis

Alvaro Bruno Botentuit

MG

Belo Horizonte

Gustavo Heringer

Uberlândia

Vinícius Bertarini Marques / Magno

MS

Campo Grande

Bruno De Albuquerque Furlani

MT

Cuiabá

Rodrigo Sanches

PA

Belém

Edmundo Frota de Almeida Sobrinho

PE

Recife

Manoela (Soc Pernambucana de Oftam)

RJ

Rio de Janeiro

Almyr Sabrosa

SC

Blumenau

Fernando Penha

Florianópolis

João Luiz Lobo

Joinville

Evandro Luís Rosa

SE

Aracajú

Gustavo Barreto

SP

Presidente Prudente

Ricardo Bernardes ou Marcelo Housome

Ribeirão Preto

Francyne Veiga Reis Cyrino

São Paulo

Paulo Henrique Morales (FENAD)

Sorocaba

Arnaldo F. Bordon

Programação

 

Traga suas dúvidas, nós trouxemos os especialistas!

Pediatras, endocrinologistas, cardiologistas, cirurgiões vasculares, nefrologistas, oftalmologistas, autoridades em diferentes áreas da Medicina; representantes de pacientes, nutricionista, cozinheira, educador físico, advogado...

Para oferecer à população uma programação ágil, variada e, principalmente rica em conteúdos relevantes sobre a prevenção e os cuidados com o diabetes, teremos:

Entrevistas

Debates

Aulas

Dicas

Quizz

Participação de autoridades e celebridades

Duas salas simultâneas, para que você possa escolher o que mais lhe interessa assistir, e salas de teleorientação, para esclarecer dúvidas com médicos!

Saiba mais sobre Diabetes

 

Existe mais de um tipo de diabetes. Quais são eles?

Há três tipos de diabetes: tipo 1, tipo 2 e diabetes gestacional.

No tipo 1, o pâncreas produz insulina de forma insuficiente devido a destruição autoimune de suas células. Pode ocorrer em qualquer idade, mas é mais comum em crianças, adolescentes e adultos jovens.

O tipo 2 corresponde a 90% dos casos da doença e ocorre devido a fatores como sedentarismo, obesidade e maus hábitos alimentares.

Já o diabetes gestacional ocorre devido à elevação dos índices de glicose durante a gestação, quadro que, geralmente, se normaliza após o parto.

Quais os sintomas mais frequentes?

  • Micção excessiva;
  • Sede excessiva;
  • Aumento do apetite;
  • Perda de peso;
  • Cansaço;
  • Visão embaçada;
  • Infecções frequentes.

O diabetes tipo 2 é pouco sintomático e, por isso, é comum que o diagnóstico seja realizado tardiamente. Quando presentes, é comum que se instalem gradativamente, diferentemente do tipo 1, em que os sintomas se instalam rapidamente.

Diabetes tem cura?

O diabetes é uma doença crônica e, dessa forma, não há cura. Pode ocorrer uma normalização nos níveis de açúcar no sangue devido ao tratamento e controle adequado. Ainda assim, é importante não abandonar o tratamento, nem o acompanhamento médico.

Quais profissionais devem auxiliar no acompanhamento do diabetes?

O acompanhamento do diabetes deve ser realizado por uma equipe multiprofissional, composta por médicos de diversas especialidades, como endocrinologista, oftalmologista, angiologista, cirurgião vascular, cardiologista e nefrologista, além de nutricionista, educador físico e psicólogo.

Como identificar os sintomas de diabetes em crianças?

Em crianças, os sintomas são semelhantes aos observados em adolescentes e adultos: sede excessiva, micção frequente, aumento do apetite, emagrecimento e cansaço. Ao observar uma mudança de comportamento neste sentido, consulte um pediatra.

É possível prevenir o diabetes?

O diabetes tipo 2 está relacionado a fatores considerados de risco, como obesidade, sedentarismo, estresse e maus hábitos alimentares. Assim, adotar um estilo de vida saudável, com uma dieta balanceada é fundamental para prevenir não só o diabetes, mas uma série de outras doenças.

Como é realizado o diagnóstico do diabetes?

Após a observação dos sintomas, o diagnóstico do diabetes pode ser obtido através da realização de alguns exames. São eles:

  • Exame de glicemia em jejum;
  • Teste oral de tolerância à glicose;
  • Teste aleatório de glicose plasmática;
  • Hemoglobina glicada (HbA1c).

O que é pré-diabetes?

O pré-diabetes é um estado de risco aumentado para o desenvolvimento do diabetes tipo 2. Uma pessoa com pré-diabetes apresenta níveis elevados de glicose de jejum ou hemoglobina glicada, além tolerância diminuída à glicose.

Quais as principais complicações do diabetes?

Sem o acompanhamento e controle adequado, pode haver uma série de complicações, como doença renal, retinopatia, glaucoma, catarata, infecções na pele e neuropatia periférica, que pode levar à amputação.

Quais os fatores de risco para o diabetes?

No diabetes tipo 1, a genética é considerada um importante fator de risco. Já no tipo 2, pré-diabetes, hipertensão, colesterol elevado, obesidade, doença renal crônica e ovários policísticos são considerados fatores de risco.

Mitos e Verdades

Sociedades e Entidades Parceiras

 

Sociedades Temáticas Parceiras

 

Sociedades Estaduais Parceiras

 

Imprensa

 

360º Comunicação Integrada

oftalmologia@360comunicacao.com
(61) 99146-8892 / 98144-2628